Google Search Console relatorio Experiências Ofensivas

Google Search Console: Relatório de Experiências Ofensivas

Olá pessoal de SEO! O Google anunciou novo relatório Google Search Console: “Experiências ofensivas“. Confira se o Chrome ativará prevenções contra ações do seu site.

Proporcionar a melhor experiência de busca e de navegação na Web com segurança é um dos objetivos do Google, e isso não é novidade para os profissionais de SEO. Além de ser o gigante das buscas, o fato de ser o proprietário de um dos navegadores mais utilizados permite que o Google tome medidas que “obrigam” os webmasters a se adaptarem para não perder posicionamento nos resultados orgânicos diretamente ou indiretamente, conforme ações do usuário. Um dos exemplos mais recentes que envolve o navegador Google Chrome é o aviso de site não seguro, alerta exibido em páginas que possuem formulário e não estão protegidas por um certificado SSL (rodam em protocolo HTTP, não HTTPS). Afeta seu posicionamento no Google? Diretamente, não, mas pode causar a volta do usuário do seu site para os resultados orgânicos para clique no concorrente, em razão da insegurança comunicada pelo browser, ou ainda receio do clique em buscas futuras.

Versões futuras do Google Chrome virão com mais novidades para proporcionar melhor experiência na Web ao usuário – mais proteções serão lançadas e, desta vez, o Google comunicará ao webmaster se seu site se enquadra para que uma medida seja tomada. A comunicação será via Google Search Console, ferramenta priomordial do profissional de SEO, confira mais a seguir.

Experiências Abusivas na Web

Redirecionar o usuário para outra página sem uma razão ou ação do usuário, links e botões escondidos, links ou botões que realizam ação diferente da esperada. Esses comportamentos que prejudicam a navegação em sites são classificadas pelo Google como “experiências abusivas” e receberão tratativas pelo Google Chrome a partir das versões 64 e 65, para melhorar a experiência do usuário.

Proteção contra redirecionamento abusivo Google Chrome

Se o usuário não teve interação com o conteúdo de forma a gerar o redirecionamento, ao invés de redirecionar diretamente, uma barra comunicando o bloqueio será exibida ao usuário. Além disso, links e botões escondidos, ou com ações inesperadas que abrem outras janelas, terão a abertura barrada pelo bloqueador de pop-ups do Chrome a partir de janeiro de 2018.Proteção anti pop-up Google Chrome contra experiências abusivas

Relatório Experiências Ofensivas no Google Search Console

Em muitos casos, esse comportamento abusivo em sites pode ocorrer por conteúdos de terceiros incorporados na página sem que o administrador do site tenha conhecimento, sem o webmaster saber o que ocorre e que pode afetar a qualidade da navegação pelos seus usuários.

Por essa razão, o Google notificará através de um novo relatório no Search Console se seu site tem comportamento classificado como abusivo a ser bloqueado pelo Google Chrome. O webmaster terá 30 dias após a notificação para tomar uma atitude (remover o código causador dos comportamentos abusivos) antes de se enquadrar na nova proteção do Chrome que virá por aí.

Esse novo relatório do GSC está dentro da área Web Tools do menu lateral esquerdo do Search Console, opção “Experiências ofensivas“.

Novo relatório Experiências Ofensivas do Google Search Console

Esse relatório exibe situação do site sobre experiência abusiva a nível domínio, conforme acima – ou seja – avalia todos os subdomínios existentes em mesmo relatório.

Campo Restrição – status do site no Chrome

Acima, o site seonews.com.br está com “Restrição Desativado“, pois não foi ainda revisado (lembrando que estamos na versão 62 do Google Chrome), mas existem 4 tipos de opções para esse campo no futuro:

  • Desligado: o Chrome não está impedindo o seu site de abrir novas janelas ou guias.
  • Ligado: o Chrome está impedindo o seu site de abrir novas janelas ou guias. Você deve corrigir as violações e enviar seu site para uma revisão.
  • Pausado: a aplicação do Chrome está pausada enquanto o seu site é revisado.
  • Pendente: este status significa que o seu site está em estado de “falha”, e a execução começará no futuro. Um e-mail será enviado para proprietários e usuários de sites registrados pelo menos 30 dias corridos antes do início da execução. Para evitar a execução, corrija as experiências abusivas e envie seu site para uma revisão.

Quer aprender mais sobre SEO? Confira:

Compartilhe mais este artigo de SEO!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *