Firebase App Indexing - Deeplinks nos Resultados do Google

Atualização Firebase App Indexing + Erros Search Console

Olá pessoal de SEO! Quem trabalha com App deve ficar atento às recentes alterações na biblioteca Firebase App Indexing para garantir a manutenção dos deeplinks na SERP.

A documentação do Firebase recebeu atualizações referente a App Indexing neste mês de fevereiro de 2017, e é importante que os profissionais de SEO que atuam com aplicativos fiquem atentos e confiram no Google Search Console de App se há alguma mensagem de erro sobre deeplinksleia abaixo mais detalhes sobre erros na indexação de aplicativos através do Search Console. Também é importante checar com o desenvolvedor se o aplicativo está de acordo com a atual recomendação, tudo isso para garantir que os resultados orgânicos que abrem a página correspondente no app continuem funcionando. Confira: Aplicativo nos Resultados Google: Deeplink e App Indexing.

A atualização é aplicável a quem utiliza Firebase versão anterior à 10.0.0 – confira junto ao desenvolvedor o que deve ser alterado no link: Migrate to the Latest API.

Erros de rastreamento no Search Console para aplicativos

A ferramenta Google Search Console de aplicativos é super útil para testar se o Googlebot tem reconhecido os deeplinks corretamente, receber mensagens de erros/alertas do Google referente a problemas e, principalmente, conferir na página Search Analytics o tráfego gerado a partir dos resultados orgânicos de busca para o aplicativo.

Para ter acesso ao Search Console de app, é necessário solicitar ao criador da conta do app no Google Play Developer Console que sejam adicionados os e-mails que deverão ter acesso. A partir de então, basta criar uma nova propriedade para aplicativos no Search Console e adicionar os usuários com acesso liberado.

Se houver problemas na implementação de deeplinks, serão listados na tela “Status do rastreamento” através de um gráfico com o número de URI (Uniform Resource Identifier) com problemas. Possíveis erros acusados pelo Search Console de app:

  • Pacote não encontrado: APK não encontrada – conferir se o app que deseja conferir no Search Console está registrado no Google Play Developer Console.
  • URI não compatível: erro no URI associado para abrir o aplicativo. Conferir a documentação Suporte a URLs de HTTP em seu aplicativo.
  • Incompatibilidade de conteúdo: o conteúdo destino no app não possui similaridades ao conteúdo da página do site informada como correspondente. Confira no Search Console de app e de site a tela “Buscar como o Google” se há bloqueio de acesso pelo Googlebot a recursos que impedem das páginas terem o mesmo conteúdo rastreado. Verifique também se está informando a página web certa correspondente ao deeplink (em seu sitemap ou diretamente no html da página).
  • URI incorreto: semelhante ao tópico anterior, porém com maior gravidade, quando a página web informada como correspondente é totalmente diferente da versão do aplicativo.
  • Não é possível abrir a página do aplicativo: falha no aplicativo, a URI não pode ser aberta pelo app.
  • Violação do botão voltar: esse tópico é importante e pode passar despercebido – como o usuário veio dos resultados do Google, se for clicado no botão “Voltar” é preciso que seja retornado aos resultados de pesquisa – não pode desativar essa opção no aplicativo com intuito de obrigar o usuário a permanecer no app.
  • Removida do índice: se páginas do app não atendem aos resquisitos do Google, são removidas do índice, retornando quando todas as recomendações forem implementadas.

As URI com problemas são listadas – dependendo do problema – é possível testar com o recurso “Buscar como o Google” , porém há o seguinte aviso para essa opção: “Os resultados de busca não refletem os seguintes erros de rastreamento: violação de Primeiro clique grátis, violação do botão Voltar ou violação de incompatibilidade de conteúdo.“; e também clicando individualmente na URI na página de erro e no botão “Abrir página do app“.

Testar página do app no Google Search Console para Aplicativos

Ao clicar nesse botão, há 2 opções para testar (é preciso ter o aplicativo instalado):

  • Executar comando do Android Debug Bridge (ADB) em um shell;
  • Pelo qrcode exibido na página através de um leitor de qrcode – maneira fácil para qualquer celular com o app instalado realizar o teste.

Segundo a página do Android Debug Bridge (ADB), essa ferramenta permite através de linha de comando se comunicar com um dispositivo Android para instalação e realização de testes no aplicativo, por conexão USB ou WI-FI (esta opção requer configuração inicial por USB).

Abaixo, um exemplo de linha de comando exibida pelo Google Search Console para testar problemas no aplicativo a partir do ADB:

adb shell am start -a android.intent.action.VIEW -d URI_COM_ERRO NOME_DO_PACOTE

Assim, como sempre monitoramos nosso site no Google Search Console, o aplicativo também deve ser monitorado nessa mesma ferramenta se quisermos levar o usuário ao app a partir dos resultados orgânicos do Google, afinal, conforme a imagem em destaque extraída do vídeo Introducing Firebase App Indexing: quando as pessoas usam seu app, sua posição na busca pode ser melhorada. 🙂

Quer aprender mais sobre SEO? Confira:

Compartilhe!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *